.Mim mesmo...
.Encontre neste blog
 
.Recentes

. ...

. Os mais bem pagos das sér...

. Livros e leitura

. Crazy photo

. Love, love, love...

. Casa do Futuro!

. Jogos Olímpicos 2016

. Assassinato de Obama

. Passageiro frequente

. Tradição

."Others"

Von Frankfurt am Main

Abat-jour

Pitau Raia

Fala Barato

O Ressio

Ana às voltas

Vendo a minha mãe

Conhece-te a ti mesmo

31 da Armada

Galeria. J.P

YouTube Canal

Olhares.com

English Russia

Sapo Blogs

Portal dos Sites

Hiper Online

 .As minhas jornadas!

 

.Arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

blogs SAPO
.Fazer olhinhos
RSS
Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009
Pena Capital - Sim ou Não?

Fico triste quando leio “tolices” – para não dizer uma grande obscenidade – destas.

Em que eventualidade se deve aplicar e até que ponto se deve incriminar para que se possa retirar uma vida? São as perguntar mais pesadas para uma situação de Pena Capital.

Mesmo agarrando em flagrante, a indecisão pode surgir.

Temos um facto recentíssimo do Português, condenado a pena máxima e foi libertado actualmente sem ter culpa alguma da morte da namorada. Uma pena aplicada por um Juiz que se achava acima da lei. Ora ainda bem que em Inglaterra não existe a Pena Capital, se não, o rapaz já era.

Aceito que o nosso Sistema Penal seja fraco, importante seria analisar a corrupção e a negligência de quem aplica a lei - darem penas baixas para grandes crimes – Daí a se instituir a Pena Capital!

 Uma postura que se poderia adoptar era aumentar a pena máxima, em certos Países aplicam 4 vezes a pena máxima para casos de “brutalidade”, atribuir sanções semelhantes a delitos semelhantes.

Hoje em Portugal quem mata ou viola – os graves crimes – apanha 25 anitos de cadeia, isto é, quem execute um destes crimes com 19, 20 anos aos 35,40 está cá fora – incluindo bom comportamento e com visitas semanais a casa. Acho que é moderado para quem teve uma atitude, ou acto animalesco como o de matar ou de violar. Não deveria ter assim levemente tantos privilégios. Para isso teria que se rever o sistema legal e os próprios subordinados que o aplicam.

Ninguém possui o direito de tirar uma vida, violar, fazer mal ao próximo, roubar, burlar, mas para que isso não aconteça teremos que acreditar um pouco na justiça e fazer justiça - mesmo ela sendo má. Já chega na história termos carbonizado mulheres por se achar que eram bruxas, de se enforcar em praça pública, de fuzilamentos… existem sim, outras maneiras para que essas pessoas sofram pelo que fizeram, merecem nunca mais por os pés na rua, não ver o Sol a Lua, merecem ir trabalhar nas pedreiras a partir pedra, merecem viver com o sentimento até morrerem, por isso, se em vez de Pena de Morte – que significa ter uma data de morte – atribuir 5 vezes a pena máxima. Duvido que ao fim de 125 anos esteja vivo.

Não acredito como é que os Portugueses podem sequer pensar neste tema. Parece que já se esqueceram que ainda há uns anos não podiam estar a falar numa esquina que eram logo investigados, de ter uma polícia que não necessitava de provas para aplicar a lei, era a mesma coisa o meu vizinho agora fazer queixa de mim – por não gostar de mim ou ser de raça diferente - e chegar aqui uns marmanjos, levarem-me e matarem-me.

Sinceramente, não sei o que pretendem.

Claro que, quem saí dos eixos deve ser condenado.

Acredito que possa haver ilusão naquilo que os nossos olhos pretendem ver, ou querem ver, cada caso seu caso – “cada macaco no seu galho” - existirá sempre a dúvida por isso Pena Capital, NÃO!

 

Penas mais duras…SIM!

Pena Capital…NÃO!

Badalado por p3marinho às 00:04
URL | Comentar | Escolhe-me a mim!